Escolha uma Página

Estamos vivendo em um mundo onde a automação está avançando. Desde carros autônomos a assistentes virtuais como Alexa e Siri, é inegável a importância e o crescimento desta área em vários lugares.

No entanto, se por um lado essa automação pode ajudar, por outro pode criar números falsos, inflados e dar influência para quem não é tão influente assim.

É essa briga que o Instagram começou a travar esta semana: A briga contra a falta de autenticidade na rede social.

Em um post no blog do Instagram, a rede social levantou a bandeira contra a automação de interações dentro da plataforma. Segundo o post, o objetivo é (procurar) acabar com “aplicativos de terceiros que artificialmente aumentam suas audiências”.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Eu não sei se você sabe, mas existem vários aplicativos, sejam gratuitos ou pagos, que prometem “bombar seu número de seguidores”. Em linhas gerais, esses aplicativos automatizam comentários, curtidas, seguir pessoas que postam determinada hashtag.

Tudo isso de forma automática, com a promessa de aumentar sua audiência e sua relevância dentro do Instagram. Há muitas pessoas que usam esses Apps. Algumas para inflar sua base de seguidores, outras para poder comentar em centenas de posts sobre determinado assunto.

O QUE ISSO SIGNIFICA NA PRÁTICA?

Na prática, essas interações não são reais. São realizadas por um robô que segue as ordens. Segundo o Instagram, “este tipo de comportamento é ruim para a comunidade, e aplicativos de terceiros que geram curtidas, seguidores e comentários inautênticos, violam nossas Políticas de Comunidade e Termos de Uso”.

Um estudo realizado pela empresa Ghost Data, aponta que 95 milhões de perfis no Instagram são robôs. Isso representa 9,5% do total de usuários. Claro, esse não é um problema exclusivo do Instagram, essa mesma “infestação” acontece no Twitter e Facebook. Sinal claro de que coisa está saindo do controle.

1. O Instagram desenvolveu ferramentas baseadas em Machine Learning. Isso não é minha praia, mas de forma simples, seriam ferramentas baseadas na ideia de que sistemas podem aprender com dados, identificar padrões e tomar decisões com o mínimo de intervenção humana.

Segundo o Instagram, “desenvolvemos ferramentas de Machine Learning para ajudar a identificar contas que usam esses serviços e remover a atividade inautêntica”.

2. Contas que o Instagram identificar que estão usando esses robôs para inflar os números, receberão um alerta no App, avisando que os comentários, likes, seguidores dados de forma falsa por esta conta, serão removidos.

Segundo o post no blog do Instagram, “Iniciando hoje, vamos começar a remover likes, seguidores e comentários de contas que usam aplicativos de terceiros para aumentar sua popularidade”.

3. Essas contas identificadas, também serão notificadas para que mudem suas senhas. Desta forma, os aplicativos contratados ou usados para fazer essas automações, não terão mais “controle” sobre essa conta do Instagram…

Onde está o REAL problema

Acho que até aqui você entendeu onde está o problema: contas falsas, gerando engajamento falso, minando o princípio básico do Instagram que é formar uma comunidade e interações reais.

PORÉM…

Para mim o buraco é mais embaixo. Vou explicar.

Sim, engajamento falso é um problema, mas tem um problema dentro do problema.

Para esses Apps de engajamento forjado funcionarem, eles precisam dos dados de login e senha das contas do Instagram. Esse é o primeiro ponto. Segundo o Instagram, “Isso não apenas introduz um comportamento ruim no Instagram, como também torna essas contas MENOS SEGURAS”.

Bem, se você tem uma memória relativamente boa, deve se lembrar do nome Cambridge Analytica. O que aconteceu: milhares de pessoas fizeram testes aparentemente bobinhos no Facebook. Para fazer esses testes, elas tinham que liberar alguns dados pessoais para o dono do teste…

…O resultado você sabe no que deu.

Agora, imagine o risco de você liberar seu Login e Senha para o dono de um App que, especialmente os gratuitos, você não faz ideia de quem está por trás dele. Imagine a rede de interações falsas que essas empresas podem criar e vender para manipular pessoas no mundo inteiro.

Como já vimos acontecer.

Apesar do tom de Teoria da Conspiração, eu nem consigo imaginar o que seria possível fazer com o login e senha de milhões de pessoas no Instagram. Além disso, espero que essa ação do Instagram seja um alerta importante que o mercado amadureça em dois sentidos:

1. Curtidas não pagam conta;

2. Não dá para liberar para qualquer dado em troca de uma porção de seguidores e comentários no seu Instagram.

Precisamos passar essa fase da carência e começar a trabalhar de verdade para que nossos seguidores realmente nos sigam, engajem porque nosso conteúdo é bom. Precisamos passar da fase de idolatrar alguém pelo número de seguidores que ele têm. Precisamos passar dessa fase e o Instagram está fazendo a parte dele.

Você está fazendo a sua?

Como diz Mario Quintana..

“O segredo não é correr atrás das borboletas…É cuidar do jardim para que elas venham até você”.

Por Camila Porto